A Glória de Deus | Ampulheta 42

Meu nome é Giancarlo Marx e hoje eu vou falar sobre o tema: A Glória de Deus.

Glória é mais uma daquelas palavras que de tão transcendentais acabam esvaziadas de significado. Acredite, eu frequentemente pergunto a diversos irmãos na fé, o que é a glória de Deus. E as respostas são as mais diversas.

Pra alguns a glória é uma sensação boa, calafrio na espinha, etc. Pra outros ela é uma contrição e temor santo. Muitos não conseguem responder. “A glória é a glória, uai!”. Mas em boa parte dessas respostas o que encontro em comum é que, para a maioria das pessoas, a glória tem a ver com uma percepção humana, um sintoma, e não com Deus em si, com o que ele faz ou com o que ele é.

Ao olhar para um presépio, nesses nossos dias natalinos, reflito sobre aquele episódio em que a glória desceu à terra. Uma criança que foi parida num abrigo feito para animais rústicos, e dormia no coxo onde esses animais se alimentavam. Ali estava a glória.

Provavelmente não se tratava de um neném branquinho, de bochechas rosadas e cabelos encaracolados, como os do presépio que observo agora. Mas sim de um recém-nascido (quem já viu um sabe do que estou falando). A palha da estrebaria não brilhava como a do presépio. Os animais não saudavam Jesus. Maria, até onde eu sei, a única mulher virgem que pariu um filho, não devia estar assim tão disposta quanto a figura que tenho nas mãos.

A verdadeira cena que celebramos no Natal talvez seja bem menos glamourosa do que podemos imaginar. Ainda assim, é a mais gloriosa sem sombra de dúvidas. Porque não tem calafrio na espinha, sensação boa, contrição ou temor que alcancem a gloriosa manifestação do Filho de Deus.

Eu não costumo falar disso por aqui, mas desta vez vou abrir uma exceção pra te convidar a ouvir a música Sol da Justiça, do meu projeto musical Justus et Peccator. Essa canção nasceu do alumbramento com a glória de Deus presente numa cena tão corriqueira quanto o nascimento de uma criança num barraco. Depois você me conte o que achou aqui nos comentários.

Voltando ao tema, os evangelhos contam que José e Maria, ao chegarem em Belém, não encontraram lugar para passar a noite. Porém temos que meditar um instante sobre um fato inquietante. O projeto do nascimento de Jesus estava em curso desde antes da fundação do mundo. Ou seja, o que não faltou foi tempo para Deus reservar um lugar pra que aquela criança nascesse.

Então porque é que Deus planejou, antes mesmo de criar o homem, que o próprio Jesus nasceria num abrigo de animais, sujo e sem a menor condição de acomodar um recém-nascido?

Empresto aqui as palavras do meu amigo Daniel Coelho: Jesus nasceu ali para que outra criança não precisasse nascer ali. Seu primeiro ato como ser humano encarnado foi substituir a dor de alguém que ficaria sem as devidas acomodações.

Desculpe se você esperava outra coisa, mas ouso dizer que esta sim é a verdadeira glória. Pelo menos esta é a glória que eu desejo que o Senhor brilhe sobre mim. A glória de libertar os presos, curar os doentes e amar aqueles que nada têm para retribuir. A glória de sentir a dor do outro. É sobre isso que se trata o Natal.

Dito isso, meu desejo é que cada um de nós tenhamos um Natal GLORIOSO! Um forte abraço, e até o próximo Ampulheta.

PARTICIPANTES:
– Giancarlo Marx

COISAS ÚTEIS:
– Duração: 05m20s
– Feed do Crentassos: Feed, RSS, Android e iTunes: crentassos.com.br/blog/tag/podcast/feed Para assinar no iTunes, clique na aba “Avançado”, e “Assinar Podcast”. Cole o endereço e confirme. Assim você recebe automaticamente os novos episódios.
Todos os “Ampulheta”

CITADOS NO PROGRAMA:
Música “O Sol da Justiça” da Justus et Peccator no YouTube
Música “O Sol da Justiça” da Justus et Peccator no Spotify
Canal da Justus et Peccator no YouTube
Banda Justus et Peccator no Spotify

GRUPOS DE COMPARTILHAMENTO DA CRENTASSOS:
WhatsApp
Telegram



JABÁS:Padrim BannerPatreon Banner
picpay

Amazon Banner

REDES SOCIAIS:
Facebook PostTwitter PostInstagram PostYoutube PostEmail Post

Críticas, comentários, sugestões para crentassos@gmail.com ou nos comentários desse post.

OUÇA/BAIXE O PROGRAMA:

Posted in Ampulheta, Podcasts and tagged , , , , , , , , , , , , , , , .