Vassoura, pano e pá, por favor.

[box type=”comment” size=”medium”] Crentassos lindos desse Brasil. 2012 começou de cara, com algumas coisas novas pra testar nossa paciência, entre outras  que a gente já vem suportando, né minha gente? Mas, enfim, vamos ao texto. [/box]

   Encheu o saco: Globo, Promessas, Esquenta, crente no BBB, Michel Teló gospel, tudo isso misturado na telinha, entre um intervalo e outro da Bombril. Mais do que isso, encheu o saco o “blablabla” dos crentes sobre isso. Sinceramente, quem não esperava esse tipo de fenômeno na mídia, não estava atento aos fatos ou sofre de um alto grau de ingenuidade. Não adianta gastar forças reclamando, fazendo “mimimi”, criticando, falando feito louco, como se a verborragia crítica fosse realmente impedir esse fenômeno crescente, que antes de ser religioso, é um fenômeno de caráter histórico-social. Soa igual criança que avisada trocentas vezes, ainda esperneia com o acontecido. Aliás, sabia que pra 2012 a Globo ainda pretende fazer três edições do Promessas? Se acostumem. Talvez o melhor a se fazer é ser Igreja do lado de cá, pois essa é a crítica mais agressiva e eficaz contra tudo que possa eventualmente ameaçar  ou colocar em xeque o Reino de Deus.

   Vamos lá. Os mercadores da fé: Malafaia, Valdomiro, Macedo… Eles enchem nosso saco a muito tempo né? Mas encheu o saco quem vive dando ibope pra esses caras, comentando, rindo de, produzindo textos e mais textos sobre tudo que esses caras fazem ou deixam de fazer. Não sei como ainda não existe a revista “Caras” gospel, ou “Tititi” gospel. Porque tem gente que poderia ser editor profissional dessas revistas, caso elas existissem. Sabem TUDO da vida dos caras! Essa gente ruim não pode ter mais espaço em nossas conversas. Comentar é dar crédito. Rir de, também corre-se o risco de fazer do triste, o cômico e o engraçado. Cuidar bem das ovelhas que estão ao nosso lado, em silêncio, ainda é a maior expressão de descontentamento e “escrotizagem” com o pentiado e a gravata desses caras.

   Encheu o saco, Escolhi Esperar e todos os ministérios virtuais semelhantes que enfocam somente uma área específica da vida. Reconheço os esforços, a boa intenção e os bons frutos gerados por esses trabalhos, e não tenho nada contra as pessoas envolvidas em si, muito menos contra os criadores, mas sim, estritamente contra a proposta ideológica do foco em modelos prontos de conduta, em detrimento do foco na inspiração e aprendizado com exemplos de vida. E quando se fala de gente exemplar, se faz referência a quem fez certo nas finanças, na família, na Igreja, na faculdade, no trabalho, em tudo, e não só no amor. O ser humano precisa ser apresentado à radicalidade do Evangelho em todas as áreas da existência. Caso contrário o Evangelho não estará sendo oferecido como proposta de transformação total, mas sim como uma “mãozinha” a um interesse específico. A juventude evangélica por muito tempo tem se alimentado de jargões de  forte impacto, mas de pouca sobrevida; de máximas de efeito e de poucos ensinamentos de repercussão permanente. É talvez por isso que tanta gente tem abandonado a Igreja, depois de simplesmente conseguir o que almeja ou precisa.

   Encheu o saco os especialistas de plantão que acham que vida cristã é ficar discutindo Calvino, Arminio, Darwin ou Hare Crishna. Quem acha que Jesus teria interesse nessa briguinha de “quem tem razão”, precisa reler os Evangelhos. Eu gosto de teologia. Aliás, gosto muito! Mas teologia não é um jeito de se viver. Teologia nos fornece pistas de onde é o horizonte, mas não é o caminho em direção a ele, proposto por Cristo. Cristo nos deixou três ordens, das quais, a masturbação teológica não é uma delas: pregar a Palavra, curar enfermos e expulsar demônios (principalmente os demônios das estruturas sociais). Teologia boa mesmo é aquela que sai da escrivaninha e vai parar na mesa da cozinha e no parque com as crianças. Se não se traduzir em prática, não serve pra nada, a não ser para discussões inúteis geradoras de antipatia nas redes sociais. Os unfollows/unfriends/unsubscribes que confirmem o que estou dizendo. Rs…

   Por fim, encheu o saco aqueles que sabem o que é de fato Igreja, mas acham que só há um jeito de fazê-la. Eleva-se conceitos e definições das academias ou tradições humanas, acima e em detrimento, de significados e valores eternos em que ela subexiste e acontece. Quem entendeu definitivamente que Cristo está quando dois ou três se reúnem em nome Dele, não vê sentido em gastar tempo criticando outros cristãos ou a própria Igreja, seja ela, com ou sem paredes.  Conceitos importam menos que valores. Modelos importam menos que conteúdos. Aparta-se muitos, por conta de manuais inventados e reinventados que segregam mais do que ajuntam. A discussão cada vez mais crescente entre lideranças e “desigrejados” por exemplo, não produz Vida em nenhum dos lados e só gera líderes de opinião que vivem isolados com seus rebanhos. É gente que vive contabilizando adeptos puxa-sacos e nomeando “ovelhas negras” na Igreja, antes de ninguém, senão de Cristo.

Meu saco explodiu. Vou ali limpar. Me passem a vassoura, o pano e a pá por favor…

Posted in Artigos and tagged , , , , , , , .
  • Aristóteles de Oliveira Marques

    Bem colocado.
    É muito mais fácil gastar as energias falando do que vivendo o evangelho.

  • http://www.oqc.zip.net Julio

    haha cara eu tive que rir, mas se seu saco explodiu só agora, bravo resistente você é.
    Um ponto que gostaria de levantar é o final da sua frase:”não só o amor”, não concordo com essa sua frase, pois da real intenção de amar em nossos corações (Não dá simples repetição de formulas e conceitos que “simplificam” o amor) provém os frutos do espirito genuínos, que realmente irão transformar nosso caráter. Sem ser “bonitinho” e etc. isso pode ser da forma que for, o amor é algo que não cabe em contextos minúsculos de conceitos mal aplicados, pois Deus é amor. E sendo o amor a expressão máxima (vide a cruz de Cristo e Jo. 3 -16) ele sim é o ponto de partida de uma possível transformação dos “Militantes” da fé em pessoas que pratiquem ações provenientes de um entendimento do REAL sentido de amor nos ensinamentos de Cristo.
    Essa é a minha opinião.
    Vá e limpe tudinho haha. Se não já viu né? crente sem excelência perde o direito a vaga de estacionamento no céu.
    abraços.

  • http://joyceadeline.wordpress.com joyce

    B-R-I-L-H-A-N-T-E!

  • Caio Stolf

    Valeu Joyce! :)

  • Vanderbornagain

    que ninguém se atreva a duvidar do seu silogismo… ISSO DEVERIA SER GRITADO EM TELHADOS

  • Carla Gomes

    Muito bom o post, parabéns! Já passou da hora de nos preocuparmos com essas coisas que não nos levaram para Cristo, é preciso tomar cuidado para não perdemos o foco, desviar nosso olhar para essas coisas é tira-los de Cristo. Cristo é e sempre deve ser nosso alvo.

  • Sérgio

    Me parece você ainda muito bobo e imaturo, um menino na fé talvez.
    Pare de contribuir com tanta asneira pois pessoas como você passam a contribuir com o pernicioso meio de comunicação chamado intenet.

    Quem procurar novos métodos não conhece as Escrituras. Quem usa de subjetividade em argumentos, não passa de um filósofo inútil.
    Suas palavras em nada representam maturidade na fé nem compromisso com o verdadeiro Evangelho.
    Que O Mestre volte logo para vomitar os mornos que nunca farão parte do Seu Reino Eterno.

    Me parece que você quer ganhar adeptos. Seu textinho nada representa, é lamentável.

  • Caio Stolf

    BlaBlaBla? Hum…Bla. rsrs

  • http://www.juvemetodista.com.br Luiz Fernando Pimentel

    HAUISDHUIASHDIUASHDUIASHDUIASHDUIASHDUIASHDUIASHDUIASHDUIASHDUIAHSDUI…

  • http://www.juvemetodista.com.br Luiz Fernando Pimentel

    Ah Caio, seu grande cudiganso…

  • Caio Stolf

    Cudiganso é teu cachorro seu traste! hahahahaha

  • Lúrian (@htaluly)

    Não vou comentar. Dorga… já comentei –‘ HSIAUHSIAUHSUAIHSA

    Concordo contigo, pequeno Caio! A maior subversão que podemos fazer é cumprir o que Jesus mandou e fim de papo! A revolução do Amor, pelo qual devemos ser conhecidos!
    A maior arma que temos para mostrarmos ao mundo o verdadeiro evangelho e amor de Cristo é sermos cristãos verdadeiros. PÔ VELHO, Jesus mandou buscarmos o Reino dele e a justiça dele PRIMEIRO! O resto é consequência… só deixar com ele! Falsos profetas, gente que envergonha a Cristo, sempre teve! Não é novidade!
    Devemos tomar a posição de cristãos maduros (coisa que tu não és, entende? hsiauhsaiushua), tomando vergonha na cara e ir orar, pregar, cuidar, proteger os pequeninos, amar, viver Cristo!

    E chega de falatório. 😉

    Continue assim e um dia, quem sabe, chegarás à estatura de perfeito e maduro varão!

  • http://www.juvemetodista.com.br Luiz Fernando Pimentel

    HASUIDHIAUSHDIUASHDUIASHDUIASHDUIAS

  • http://www.diariodebordo.net.br Josisley

    Seria também uma autocritica?

  • Caio Stolf

    Não Josisley. Não é uma autocrítica porque não me encaixo em nenhum dos públicos que citei. Não fico fazendo falatório de festivais da globo, não sou leitor adepto do Escolhi Esperar e nem semelhantes, não sou paparazi de malafaia e semelhantes, não fico discutindo teologia o dia todo no twitter ou em blogs, e tampouco faço parte de uma igreja que separa mais do que ajunta. Portanto, essa não é uma autocritica. Também não é uma critica contra pessoas, mas sim contra comportamentos, ideologias e atitudes. Meu discurso é contra o que é ruim e mal, e não contra pessoas.

  • Meire

    Se eu fosse cristã daria meu pitaco…
    Para alguns sou fundamentalista, para outros, quase desviada…
    Só sei que amo a música “Belo e Verdadeiro”, da Ziza Fernandes, e ela tem sido uma regra de ouro para mim:
    “… Se é belo e verdadeiro
    Cheio de compreensão
    Isso deve ocupar meu coração…”
    Sou feliz por ser filha de Deus, e conto com a ajuda dEle para amar meus irmãos.

  • Caio Stolf

    Amém e amém Meire! :)

  • http://www.diariodebordo.net.br Josisley

    Caio, paz

    Obrigado pelo retorno.

    O Crentassos é um dos poucos blogs com conteudo teologico (ou não) que visito.

    Meu comentário foi unicamente para instigar.

    Apenas para explicar/justificar, o comentário: em uma das últimas twittcan´s realizadas por vocês o assunto “Festival Promessas” foi um dos temas abordados. Dai meu questionamento.

    Forte abraço, continuem nesta pegada.

  • Caio Stolf

    O Cristiano (Chefe Mor do Crentassos) vive avisando.. Mas não custa relembrar: O crentassos não é só uma única pessoa! :) Cada editor pensa de uma maneira diferente e a idéia do nosso blog é justamente essa: Não ser um blog de cabeças homogeneas. Aliás , assim como um castelo é feito de varias pedras de varios formatos, a Igreja tambem é feita assim. Nem tudo que o os outros editores falam, eu concordo e vice versa. Apesar disso somos unidos. E cremos que é assim que se faz Igreja, (também aqui no blog). Abração!

  • Pingback: Profetilinks – #90 - Humor Divino()

  • http://facebook.com/alleyne.barbosa Alleyne

    Oláa!
    Eu adimiro vocês, sabe. Senso crítico afiado, inteligência, bom senso…
    Leio o blog e, por mais que eu tente (e olha q eu tentei hehe) eu não consigo concordar com tudo que vocês dizem.
    O que você quiz dizer com: Talvez o melhor a se fazer é ser Igreja do lado de cá? Como assim? Se somos um só.
    Ahh e uma pequena dúvida: Você é contra a igreja utilizar a mídia para propagar o evangelho? (não estou falando de dinheiro, mesmo sabendo que para isto ele é necessário).
    Um abraço,
    Obrigada!

  • http://crentassos.com.br/blog Cristiano Machado

    Fala, amiguinha!
    Obrigado pela admiração, mas posso te garantir, q só admira-nos pq não nos conhece realmente :)

    Esse texto foi escrito pelo Caio, q não é mais editor do blog, pedirei para ele pessoalmente entrar em contato para responder-te.

    Mas queria deixar claro q: Se vc não concorda com TUDO q falamos, vc entendeu oq a gente quer… Não queremos ser unanimidade entre os cristãos, mas despertadores de questionamentos… :) valeus!